segunda-feira, 24 de maio de 2010

"SUPER CAPAS"

Foram mais de dez anos trabalhando na Superinteressante e um ponto forte da revista na minha opinião sempre foi a Capa.

Por ser uma revista que abrange diversos assuntos, a Super sempre teve liberdade de criação usando tanto o recurso da fotografia como da ilustração.

Sua borda vermelha, assim como a amarela da revista National Geographic, é sua marca registrada e faz com que a revista se destaque entre tantas outras expostas em uma banca de jornal.

Ela é a versão brasileira da revista espanhola ‘Muy Interesante” que tem o formato um pouco maior.

Hoje a Super está entre as quatro revistas mais vendidas do país e a cada mês ela vem conquistando mais leitores sempre antenados em aprender e a descobrir o mundo com ela.

Abaixo vocês conferem a capa nº0 que veio como brinde em várias revistas da Abril apenas como teste para sentir a aceitação do público e também as onze primeiras capas.

Como podem ver a ilustração feita a mão era muito valorizada na época pois o computador ainda não tinha chegado no universo editorial.

Para os fãs de longa data uma boa oportunidade de recordar.








2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, lembro perfeitamente quando vi a primeira capa de Super, que meu pai trouxe. Eu tinha uns 5 anos. Ainda tenho as primeiras capas na minha casa até hoje.
    Quando você mencionou a valorização da ilustração a mão na época, me lembrei de uma das principais referências de ilustração nos anos 70 e 80: Elifas Andreato. Ele fazia cada ilustração linda nas capas dos discos de MPB.

    Beijo

    Bia

    ResponderExcluir